Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 6 (2021)

O USO TERAPÊUTICO DO CANNABIDIOL NAS EPILEPSIAS REFRATÁRIAS

Enviado
novembro 13, 2020
Publicado
janeiro 7, 2021

Resumo

Objetivo: Este estudo tem como objetivo analisar o uso terapêutico do canabidiol em pacientes com diagnóstico de epilepsias resistentes ao tratamento.

Métodos: Este é um estudo de revisão de literatura, do tipo integrativo, sendo considerada a mais abrangente das revisões, pois engloba uma visão ampla de estudos experimentais e não experimentais. Ao todo foram incluídas 12 publicações, entre 2015 e 2020, retirados das bases de dados LILACS, Scielo e PubMed.

Resultados: Quanto ao uso terapêutico do CBD no tratamento da TRE, observa- se uma eficácia no uso adjuvante aos medicamentos antiepilépticos e não como monoterapia. Entretanto, foi relatada ocorrência de efeitos adversos ao uso do CBD, tais como: sonolência, náuseas e vômitos, diarreia, febre, lesões de pele, ataxia, hiporexia e elevação das enzimas hepáticas.

Conclusões: A partir desses resultados, conclui-se que o CBD possui um grande potencial terapêutico diante das TRE como terapia adjuvante aos FAE’s habituais, tendo eficácia na redução da frequência do número de crises, porém apresentando efeitos adversos e pouco conhecimento quanto a dosagens seguras e interações com os FAE’s e outros medicamentos. Dessa forma é necessário mais estudos para quantificar os benefícios e malefícios com o uso do CBD diante da diversidade de epilepsias.