Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 6 (2021)

ESTUDO COMPARATIVO DAS CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS E VIAS DE PARTO DAS MULHERES DA PARAÍBA ENTRE 2017/2018

Enviado
outubro 2, 2020
Publicado
janeiro 7, 2021

Resumo

Objetivo:Objetiva-se identificar e apresentar as características sociodemográficas e as vias de parto das mulheres paraibanas nos anos de 2017 e 2018.

Métodos: Trata-se de um estudo epidemiológico, retrospectivo de cunho secundário de abordagem quantitativa, que foi realizado através do acesso no Sistema de Informação de Nascidos Vivos (SINASC) no sistema de dados, através de informações oferecidas pela ficha de registro preenchida, os dados foram coletados nos meses de abril e maio de 2020, com todos os partos notificados no sistema de nascidos vivos nos anos de 2017 e 2018.

Resultados:Os resultados do presente estudo revelaram que houve de 2017 para 2018 um aumento de 4,9% no número de partos no estado, destes, a cesariana subiu 1,94%, o parto natural diminuiu em 1,91% e houve também uma diminuição, no número de ignorados, relacionando às variáveis estudadas percebeu-se que é no Sertão e no Alto Sertão onde ocorreram mais cesarianas eletivas; que são as mulheres com 30 anos ou mais; com escolaridade de mais de 8 anos; casadas; pardas e que de acordo com os dados apresentados, escolheram o procedimento cirúrgico justificado pelo medo e pela influência de familiares.

Conclusões: Observou-se a necessidade de políticas públicas, especialmente na atenção primária, voltadas para orientações e importância do parto natural tanto para mulher, quanto para criança, colaborando para a melhoria da assistência, do conhecimento e consequentemente um melhor prognóstico para o binômio mãe-filho.